Robôs podem fazer qualquer coisa. Desde ter sexo com humanos até conduzir uma orquestra sinfônica.

A empresa ABB apresentou um divertido projeto, que resultou no robô YuMi, que fez a sua estreia no Teatro Verdi de Pisa (Itália).

Diante de mais de 800 espectadores e com a participação do tenor italiano Andrea Bocelli, o programa “Um Alento de Esperança: de Stradivarius ao robô” apresentou algumas peças de difícil condução, como La Donna è Mobile (Verdi) e O Mio Babbino Caro (Puccini), sem maiores problemas.

Toda a execução das peças foi guiada pelos movimentos de YuMi, e a música gerada por sua execução foi impecável, demonstrando que os robôs podem simplesmente aposentar regentes e diretores de orquestras.

 

 

Vale lembrar que o YuMi não é um desconhecido para os amantes de robôs e da música. Seus braços robóticos já atacaram de DJ em festas.

Aqui, o YuMi precisou de uma ativa participação humana, com o maestro Andrea Colombini atuando como modelo de rastreamento em vários ensaios, onde o robô aprendeu com seus movimentos, para imitá-los no grande concerto.