O HTC U12 Life foi apresentado na IFA 2018, e é o típico dispositivo de linha média, herdando características de modelos mais completos. Design e algumas melhorias do software Sense são os itens mais destacados. Mas outros pontos merecem destaque nesse modelo.

 

 

6 polegadas, mas sem notch

A HTC resistiu em colocar o notch na tela desse dispositivo, mas não abriu mão em oferecer uma tela extra-larga, como manda os tempos atuais. Logo, o HTC U12 Life conta com uma tela Super LCD de 6 polegadas, em um corpo com 158,5 x 75,4 mm, com resolução Full HD+ (18:9, 2160 x 1080 pixels), revestida em cristal acrílico como proteção de golpes e arranhões.

 

 

Um smartphone de linha média bem clássico

Apesar dos rumores apontarem para um processador Snapdragon 660, o HTC U12 Life conta com o chip Snapdragon 636 octa-core a 14 nm a 1.8 GHz, com GPU Adreno 509, bateria de 3.600 mAh com modo de recarga rápida e 4 GB de RAM LPDDR3, trabalhando com 64 GB de armazenamento (expansíveis via microSD).

 

 

Câmera dupla com efeito bokeh

O HTC U12 Life conta com câmera dupla traseira de 16 MP + 5 MP acompanhada de flash dual LED. Os sensores garantem assim o efeito bokeh, além do foco PDAF e gravação de vídeos 4K.

Na câmera frontal, o modelo possui um sensor de 13 MP que grava vídeos em Full HD e flash LED, não se desviando muito de outros dispositivos de linha média lançados em 2018.

 

 

Preço e disponibilidade

O HTC U12 Life tem previsão de lançamento para o final do mês de setembro, com preço sugerido de 349 euros.

Pode não ser uma revolução no mercado de telefonia móvel, mas é um smartphone de linha média de toda a regra, que deve atender bem às necessidades dos usuários de produtos dentro desse segmento e faixa de preço.

Não deve chegar ao Brasil por vias oficiais, já que a HTC deu uma bela de uma arregada para o nosso mercado. Mas os mais entusiasmados podem importar o dispositivo sem muitas dificuldades.